fbpx

Imagine você entrando em uma loja física com milhares de produtos em exposição, totalmente desorganizada, sem nenhuma orientação sobre os departamentos e tipos de produtos. Naturalmente você vai gastar mais tempo que o necessário para encontrar o produto, isso se encontrar. Na loja virtual, caso as categorias estejam desorganizadas o efeito é o mesmo, o cliente se sente perdido e acaba abandonando a loja virtual. Neste artigo vamos abordar sobre como estruturar a árvore de categorias da loja virtual e configurar filtros de forma eficiente para facilitar aos clientes encontrarem os produtos desejados e aumentar a taxa de conversão.

Loja Física desorganizada

Árvore de Categorias da Loja Virtual

Um erro muito comum na etapa de estruturação das categorias é definir várias categorias/subcategorias e depois cadastrar apenas alguns produtos, deixando várias categorias sem produtos. Quando isso ocorre é basicamente a mesma coisa de entrar em uma loja física e encontrar várias prateleiras vazias.

Por isso, o primeiro passo é definir quais serão os produtos comercializados na loja virtual. Desta forma o tempo para planejamento da árvore de categorias será focado nas categorias e subcategorias que realmente terão produtos.

O segundo passo é iniciar a definição das categorias e subcategorias baseado nos produtos escolhidos. Esta etapa demanda tempo, pesquisa e planejamento, pois dependerá da quantidade e variedade de produtos da loja virtual. Em alguns casos será necessário definir departamentos, similar a um supermercado que separa os produtos por departamentos e depois por categorias em suas prateleiras.

Imagine que a loja virtual trabalhe com produtos de utilidades domésticas, moda masculina, moda feminina e eletrônicos. Neste caso, devido a variedade de produtos será necessário definir Departamentos > Categorias > Subcategorias, podendo ficar:

  1. Utilidades Domésticas (Departamento)
    1. Panelas (Categoria)
      1. Panela de pressão (Subcategoria)
      2. Panela elétrica (Subcategoria)
      3. Panela em Inox (Subcategoria)
    2. Pratos e talheres (Categoria)
      1. Facas (Subcategoria)
        1. Facas para carnes (Subcategoria)
        2. Facas para legumes (Subcategoria)
      2. Pratos (Subcategoria)
    3. Caixas e organizadores (Categoria)
  2. Moda (Departamento)
    1. Masculino (Subcategoria)
      1. Camisas (Subcategoria)
      2. Bermudas (Subcategoria)
      3. Calçados (Subcategoria)
    2. Feminino (Subcategoria)
      1. Blusas (Subcategoria)
      2. Vestidos (Subcategoria)
      3. Calçados (Subcategoria)
  3. Eletrônicos (Departamento)
    1. Categorias e Subcategorias…

Imagine se a árvore de categorias acima tivesse sido definida sem os departamentos, poderia ficar bem confuso para o cliente. Também existe outra forma de criar a árvore de categorias, que é pela característica do produto, veja um exemplo:

  1. Camisas (Categoria pelo tipo de produto)
    1. Times de futebol (Subcategoria pelo tipo de produto)
      1. Cruzeiro (Subcategoria por característica)
      2. Atlético MG (Subcategoria por característica)
      3. Corinthians (Subcategoria por característica)
      4. Flamengo (Subcategoria por característica)
      5. São Paulo (Subcategoria por característica)

No exemplo acima as subcategorias com os nomes dos times são características das camisas.

Na maioria dos projeto a árvore de categorias é definida baseado nos tipos de produtos, pois assim ela fica mais reduzida. Mas cada loja virtual possui produtos e público diferente. Portanto, para saber o melhor formato é muito importante realizar uma pesquisa e analisar como outras lojas estão fazendo para buscar ideias.

Categorias Especiais para Loja Virtual

Categorias especiais são aquelas criadas para Kits, Promoções, Outlet, entre outros. Em resumo, são categorias criadas para apresentar ao cliente uma seleção especial de produtos e facilitar a compra. Nesta etapa de planejamento da árvore de categorias é muito interessante já definir as categorias especiais. Um exemplo são lojas virtuais que comercializam bebidas, uma possibilidade legal é criar uma categoria de kits para presentes.

Outro exemplo de aplicação de categoria especial é a Black Friday, sendo possível criar a categoria e adicionar os produtos que estarão com desconto na data. Como a Black Friday é uma sazonalidade, logo que o período passar a categoria deverá ser desabilitada. Já o caso de kits para presentes poderá ser uma categoria sempre ativa na loja virtual e atualizada constantemente com novas ideias de kits para os clientes.

Categorias especiais devem ter destaque na loja virtual, seja no menu principal de categorias ou com um banner na homepage.

Filtro por atributos

Atributos são características dos produtos, como por exemplo, cor, tamanho, voltagem, marca, preço, entre outros. Permitir que o cliente ao acessar uma categoria na loja virtual possa filtrar os produtos pelas características do seu interesse é muito interessante, pois, facilita encontrar os produtos desejados e converter em mais vendas.

Neste caso não é necessário cadastrar subcategorias para cada uma destas características, pois, ao realizar o cadastro de um produto na loja virtual e preenchendo corretamente todas as características a plataforma consegue disponibilizar este campos para que sejam utilizados como filtros nas buscas. Se você utiliza a plataforma Magento 2 ou WordPress, ambas permitem criar atributos e configurá-los para uso nas buscas.

Como estamos falando da etapa de planejamento, neste momento é importante já definir quais são os atributos que os produtos terão em seu cadastro e quais deles serão disponibilizados para buscas. Para fazer esta definição é bem simples. Supondo que a loja virtual tenha a categoria “calçados masculinos”, veja um exemplo de definição de atributos para produtos desta categoria:

  • Cor
  • Tamanho/Numeração
  • Material
  • Marca
  • Modelo
  • Tipo de Fechamento (Zíper, Cadarço, Velcro, etc).

Veja um exemplo de atributos sendo aplicados às pesquisas:

Exemplo de busca por atributo na Loja Virtual

Neste exemplo o cliente poderá filtrar os produtos por “Cor/Estampa”, Gênero, Preço e Tamanho.

Além disso, os atributos poderão ser aplicados à ficha técnica do produto, é onde as características são apresentadas, veja o exemplo:

Ficha técnica produto loja virtual

Caso você utilize a plataforma Magento 2, aprenda como gerenciar os atributos no Magento 2.

Caso você utilize a plataforma WordPress WooCommerce, aprenda como gerenciar atributos no WooCommerce.

Algumas dúvidas comuns

1. É interessante criar uma categoria com o nome “Outros”, “Diversos” ou “Mais produtos” para incluir todos os produtos que ficariam sozinhos em algumas categorias?
Não, pois os produtos ficarão misturados nesta categoria. Neste caso, mesmo que a categoria tenha apenas um produto, o correto é vincular o produto a uma categoria, pois, assim vai facilitar a navegação do cliente.

2. Até quantos níveis de subcategorias é interessante ter na loja virtual?
Quanto for necessário. Não existe uma regra para este caso.

3. É correto ter categorias com poucos produtos ou somente um?
Sim, apesar de categorias com poucos ou somente um produto ser similar a uma prateleira grande com poucos produtos, como o objetivo das categorias é facilitar a navegação na loja virtual, mesmo que a categoria tenha poucos itens é correto mantê-la. Com o tempo é interessante agregar mais produtos a mesma.

4. É correto um produto aparecer em mais de uma categoria?
Sim, é uma situação bem comum, como por exemplo, um modelo de tênis que é feminino e masculino, o mesmo produto poderá ser exibido em ambas as categorias.

5. Todas as categorias serão adicionadas ao menu da loja virtual?
Não, somente categorias marcadas como destaque são adicionadas ao menu da loja virtual.

Considerações finais

  1. Defina quais produtos serão comercializados na sua loja virtual;
  2. Planeje a árvore de categorias baseado nos produtos escolhidos;
  3. Planeje quais serão os atributos para cada categoria de produto, tanto para serem utilizados nas buscas quanto na fichas técnicas.

Continue os seus estudos aprendendo como otimizar o SEO das categorias e subcategorias da loja virtual.